Arquivo da tag: HCG

SEGURANDO A ONDA. HISTÓRIA DE UM REGIME.

Halterofilista

Meu filho Pedro ligou. – E aí paizão, vamos almoçar? Respondi que iniciara um regime severo e que até me equilibrar na nova condição pretendia evitar contatos com locais onde a comida fosse farta. Por um instante a linha ficou muda e ai veio à frase: – Que chato, como você está? – Estou bem respondi, venho adiando esse momento há algum tempo e agora não tive escolha. Podemos nos ver mesmo assim, vamos tomar um café ou nos encontramos em algum outro lugar e conversamos. –Então tá, eu te ligo, foi a resposta. Enfim ele não apareceu, deve existir algum código social que impede os fazedores de regime de privarem da companhia das outras pessoas.
Não somos treinados para suportar a dor, não sabemos como agir em situações de privação ou stress. Discretamente viramos o rosto à dor e ao sofrimento e pouca coisa pode ser tão patética quanto um adulto saudável que se recusa a comer bem. Sigo em frente mesmo assim, comecei a notar em mim uma tendência em evitar as situações que envolvam outras pessoas e comida, além de ser isolado estou me isolando. Na verdade devo estar pagando meus pecados!
Tenho certeza que apesar dos inconvenientes da dieta a combinação de medicamentos que tomo HCG, Victosa e mais outros remédios, todos monitorados constantemente por um médico da área, um cardiologista e um nutrólogo me permitem conforto suficiente para arriscar algumas aventuras.
Inicialmente gastei meu tempo livre adaptando receitas básicas ao leque limitado dos alimentos permitidos no regime. Cozinhar praticamente sem gordura trás desafios até no tipo de panela a utilizar sem que o filé de peixe se desfaça em mil pedaços ou a omelete de claras fofas e lindas virar um deprimente ovo mexido sem gema. Já consegui certo sucesso na área e me recuso a comer tudo cozido, sem cor e quase sem gosto.
O próximo passo será pesquisar restaurantes onde eu possa comer de modo descente sem sair muito do regime. A ideia será sempre diminuir o isolamento social sem abrir mão das limitações do momento. Tenho uma terceira meta que é o estudo dos hábitos alimentares na mídia, meta ambiciosa e que tentarei tratar com algum cuidado. Desnecessário informar que vivemos em um mundo focado na comida, principalmente naquela de baixa qualidade e que a situação atual é no mínimo alarmante.
Um terço da população mundial está acima do peso, o Brasil é o quinto no ranking de maior população com esse tipo de distúrbio e a situação parece estar piorando, veja os links:
http://veja.abril.com.br/noticia/saude/quase-um-terco-da-populacao-mundial-esta-obesa-ou-acima-do-peso
http://www1.folha.uol.com.br/bbc/2014/01/1392816-obesidade-quadruplica-em-paises-em-desenvolvimento-diz-relatorio.shtml
Parece que caminhamos para uma epidemia tão grave quanto a de nossas piores doenças infecciosas, grandes problemas sem respostas. No momento, porém minha preocupação é minimizar os efeitos imediatos de minhas escolhas alimentares sobre a minha vida social e a minha sanidade.

#retrogosto#emagrecer#perderpeso#regime

Anúncios

RECEITA PARA COMEÇAR E TERMINAR UM REGIME. A HISTÓRIA DE UM REGIME.

Imagem

1 Comece o regime hoje, já, agora.

2 Não faça de cara limpa, peça ajuda, vá ao médico, ninguém vence a fome, nossa programação biológica está contra nós. Monte uma equipe de socorro, cardiologista, nutrólogo, personal trainer e se precisar psicólogo.

3 Faça exercícios diariamente. É sério sem exercícios você fracassa.

4 Conte para todo mundo o que o cardiologista falou, carregue nas más notícias, informe que se sair do regime você terá um infarto em breve, nem seus inimigos vão querer essa culpa em seus currículos.

5 Convença a(o) esposa(o) a aderir, todo mundo precisa de regime e as mulheres acabam gostando (os homens odeiam e comem escondido, depois terão que fazer regime ou ficaram gordos para sempre).

6 Seja crítico com a televisão, em que planeta bebedores de cerveja tem barriga de tanquinho (homens) e cinturinha de vespa (mulheres)? Se você tentar enxugar a gordura da pizza do sábado a noite vai gastar todo o pacote de guardanapo de papel e ela vai ter gosto de capim!

7 Compre duas balanças digitais “novas”, uma para você e outra para a sua comida. Compre um caderno, anote fielmente tudo o que você come e seu peso diário.

8 Exija medicação para lidar com a fome, fale abertamente com o seu médico, você é viciado em comida, bebida e sabor, é com eles que você compensa suas frustrações e preenche seu tempo. Você tem más companhias, todos querem encher a cara de gorduras e carboidratos, sem medicamentos você não resistirá por muito tempo. Assuma que é assim e fale abertamente com o médico sobre essas dificuldades. Se ele não entender troque de médico.

9 Não tome medicamentos milagrosos sem o aconselhamento médico, existem riscos e, a menos que você seja realmente muito religioso não espere por milagres. Faça tudo com receitas médicas e acompanhamento, você quer viver mais e melhor não emagrecer e ficar com sequelas. Um amigo tomou por conta própria um remédio que realmente emagrecia, mas… Ficou broxa.

10 Seja mal educado. Se te colocarem alguma coisa fora do regime pela frente despreze, repita bem alto o item quatro acima, deixe bem claro que se você interromper seu regime você morre! Ou sorria, abandone o prato, ou copo sobre a mesa, diga que vai ao banheiro e fuja dali.

#retrogosto#emagrecer#perderpeso#regime

NÃO EXISTE CAMINHO FÁCIL- HISTÓRIA DE UM REGIME.

Halterofilista

Finalmente chegou o dia. Peso acima do limite, quase diabético, colesterol nas alturas e acúmulo de gordura visceral. Daqui em diante apenas um caminho: voltar a malhar, coisa que parei a cerca de dezoito meses e regime total, preciso emagrecer pelo menos dezessete quilos.
Venho tentando há algum tempo, por vários caminhos, emagrecer ou pelo menos manter meu peso dentro de um padrão adequado. Algumas tentativas trouxeram bons resultados por um período, mas acabaram por fracassar A médio ou longo prazo, ainda lembro bem do regime de mil e duzentas calorias dia, sem nenhum tipo de apoio, que larguei por volta do décimo dia sob a ameaça de fim do casamento, já sou chato normalmente depois de dez dias de fome nem quero pensar.
É muito simples alguém, médico, terapeuta, personal etc. chegar e dizer faz o regime tal, é fácil. Difícil é manter de cara limpa um regime onde a fome te incomoda dia após dia, principalmente se o restante do grupo seja família, amigos ou colegas de trabalho não respeitam seu sofrimento.
Vivemos em uma sociedade de adoradores de gorduras, açúcar e bebidas, nos reunimos para competir quem tem o maior índice de colesterol ou de glicemia da refeição. Boa comida, bebida boa, e sim, eu sei que tenho que emagrecer. Começo amanhã. Amanhã? Justo no dia do aniversário do chefe? Vai comer bolo e tomar refrigerante sorrindo, não vale a pena arriscar. A noite enquanto toma antiácido esperando a pizza vem à culpa, começo amanhã. Amanhã em pleno sábado, dia de cinema, pipoca e sanduba no shopping? Bom, começo segunda…
E assim vai o pobre coitado, cada dia mais próximo da ponte de safena, com folego inversamente proporcional à barriga e tentando pisar na balança naquele ponto onde espera que ela marque uns quilos a menos.
No jantar sempre a oferta: pega esse que é maior, ou só vai comer isso? Ou ainda: não quer comer esse pouquinho, não compensa guardar…
Com os amigos é o famoso “pelo menos um chopinho”, que viram dois, cinco…
Ou seja, é muito difícil fazer regime, é quase impossível fazer regime sem virar um ermitão morando em uma caverna no alto de uma montanha.
De qualquer maneira existem duas escolhas: fazer um regime e exercícios ou caminhar para o infarto e a ponte de safena, se você tiver sorte. Minha escolha hoje foi a da primeira opção. Que as forças cósmicas me ajudem.

#retrogosto#emagrecer#perderpeso#regime