Arquivo da tag: cozinha japonesa

HUTO RESTAURANTE GANHA 1 ESTRELA DO GUIA 4 RODAS.

O Huto ganhou a sua primeira estrela do Guia 4Rodas, um prêmio que reconhece o intenso trabalho e dedicação de todos os que fazem parte de sua equipe. Parabéns é uma vitória, e também um desafio de continuar progredindo e mantendo o padrão do restaurante.

O Huto é, para a Paty e para mim, o melhor restaurante japonês do mundo. Sinto-me a vontade nele, o atendimento é bom, cordial na medida sem as formalidades que tornam outros locais mais pesados. A comida é intrigante e o ambiente agradável.

Na comida, o grande diferencial não são os ingredientes, todos de primeira, nem o preparo extremamente cuidadoso nem a apresentação que me encanta pela criatividade. O diferencial está nas combinações, as vezes inusitadas, dos ingredientes e no sabor marcante de seus pratos, além da capacidade em oferecer ingredientes exóticos e diferentes a cada visita. Sempre tem um peixe novo, uma sobremesa criativa ou um prato com sabores que não existiam antes.

Após a reforma, que ampliou o espaço a casa vem alterando detalhes que aumentam o conforto e tornam o espaço mais agradável, é o único restaurante que frequento com uma área de fumantes decente, a altura do padrão da casa.

A apresentação dos pratos é um show a parte, alguns chegam a ser deslumbrantes, um prato servido lá, por mais simples que seja tem uma beleza própria, a maioria tem o visual de uma verdadeira obra de arte.

O atendimento não é perfeito mas deixa os clientes a vontade, nem demais nem de menos, funciona bem e passa a sensação de que o serviço molda-se a vontade de cada pessoa que ali entra para jantar.

Decidi colocar as fotos com legendas genéricas pois pela quantidade seria difícil classifica-las com os nomes completos dos pratos, e optei pelo visual onde tento mostra a beleza intrínseca deles. São extremamente saborosos e, é claro, atendem aos paladares mais conservadores bem como a quem procura algo mais.

Alguns podem não estar disponíveis por um motivo ou outro, quando ligo para fazer reserva costumo reservar também 2 pratos de lichia com foie gras, a melhor que já comi e que tem o péssimo costume de acabar antes do fim da noite.

Possui uma carta de vinhos pequena mas honesta e uma variedade excepcional de saques, o forte da casa entre as bebidas onde as vezes encontro verdadeiras raridades.

Vale a pena conhecer. Como sempre se você clicar sobre as imagens elas abrirão em tamanho maior.

Endereço            Rua Jandira, 677 – Moema – São Paulo

Telefone             (11) 50526804

Site                        www.hutorestaurante.com.br

 

Huto – A Repaginação de um Restaurante

Postado por: Patrícia De Mauro.

Sou amante da Contrução civil, amo obra, mas não na minha casa.  É incrível, como uma mudança de cor, uma luz a mais aqui, uma planta alí, uma cortina acolá, faz diferença em toda estrutura de um lugar. Frequentamos o Huto ha pelo menos 1 ano e meio, não viamos motivos para reformar, mas nada melhor do que um dono como o Fábio Honda, que mete a mão na massa mesmo e trabalha junto com seus colaboradores para entender o que falta, sobra, precisa melhorar…enfim, antes de fechar para a obra, ele chegou a nos mostrar a planta como ficaria, achamos legal, mas não muito, afinal, obra nunca termina no prazo e este já é um lugar que frequentamos pelo menos uma vez por semana. Esperamos, enquanto isso, fomos conhecendo outros lugares, também foi muito bom para nós e para o blog que alimenta com informações seus frequentadores.

As mudanças com a obra foi incrível, muito mais aconchegante, moderno, mais espaço, iluminação adequada, respeitando um clima intimista sem precisar aproximar o cardápio para conseguir lêr e ainda, sofisticado.

Com a repaginação do restaurante, os garçons foram repaginados também, o atendimento é sempre muito atencioso e não perdeu a identidade, seja pelo Fábio ou por um de seus funcionários, agora, de terno e gravata,  a postura melhorou muito, ficou bem bacana, eles ficaram mais seguros, confiantes. A Hotess que é naturalmente séria, porém educada, antes usava terninho, o que a deixava ainda mais séria, agora usa vestido, ficou mais elegante, feminina, com um ar mais alegre.

E o cardápio? Também sofreu algumas alterações, já era muito bom, mas conseguiram ficar ainda melhor!

Na nossa última visita pedimos alguns itens novos:

1 – Ovo mole empanado, com ovas de salmão e um vinagrete delicioso!!!

2 – Berinjela empanada ,recheada com peixe, muito bom.

3 -Lichia com Foiegras e creme de shimeji, este desde quando reabriu o restaurante eu peço e sempre fico encantada. Quanto sabor, que delicadeza! Dica: Caso queira ir ao local para degustar este prato é necessário que ligue  e informe, pois são ingredientes muito delicados.

4 – Gaspacho de edamane (soja verde) com gelatina de caldo de peixe com um camarão dentro, refrescante e rico em sabor.

5 – Pitaia grelhada com sorvete de creme e melado

Que repaginação!?!!

Parabéns a Equipe Huto!

NOVOS SABORES, FOIE GRAS COM LICHIA!

Postado por: José De Mauro.

A culinária vive de duas vertentes opostas, tradição e renovação, em nenhum outro ramo esses opostos tem valores tão altos quanto aqui. O que você acha que faz um restaurante de sucesso, manter sempre os mesmos pratos ou investir na renovação a cada temporada? Eu acho que depende, gosto de novos sabores mas tem pratos que deveriam existir para sempre. Ou entre um restaurante marcado pela cozinha tradicional e um outro que desenvolve uma culinária moderna, qual terá mais sucesso? Também depende, na verdade o sucesso aqui parece não ter receita, tem método, objetivo, diretrizes mas receita eu acho que não.

Em algum momento a lichia, fruta adocicada e carnuda foi apresentada ao foie gras, gorduroso e delicado. A combinação neste momento me parece perfeita, os sabores se completam e multiplicam, o visual é excelente.

Os dois exemplos que provei apresentam bom resultado, o Ici Bistrô é mais singelo, o fígado grelhado é servido acompanhado da fruta sem o seu caroço, o do Huto mais trabalhado, a fruta, também sem o caroço vem recheada com um creme de foie. Visuais diferentes e sabores muito próximos. Em breve creio que aparecerão outros, eu já estou pensando em uma receita.

Ici Bistrô                             http://www.icibistro.com.br/

Huto                                     http://www.hutorestaurante.com.br/

EDAMAME – SOJA VERDE NA VAGEM.

Postado por: José De Mauro.

Você já provou? Comi a primeira vez em um restaurante japonês como aperitivo, a ideia era beber Sakê frio e o edamame acabou vindo a mesa. As vagens se abrem após cozinhar e os grãos tenros se soltam na boca ai, é só mastigar.

Não chega a ser uma receita, é quase como fazer Miojo.

Você compra o edamame congelado nos supermercados. Abre o pacote e despeja o conteúdo em uma panela com água fervendo, cozinha cerca de 3 minutos, escorre e passa ao prato de servir, polvilha com flor de sal e pronto.

A única pegadinha fica por conta do tempo de cozimento, se for maior do que o necessário solta uma película dura de dentro da casca que acaba atrapalhando um pouco. Bom apetite.

Adicionado em 15/02/2011 por JDeM.

Para endereços onde encontrar o edamame consulte o site:

http://www.veggie.com.br/ondecomprar.asp

 

HUTO RESTAURANTE – REABERTURA DE 07/ 02/ 2011.

Postado por: José De Mauro.

Estive na reinauguração do Huto, meu restaurante japonês favorito. Após fechar no final de Dezembro para reforma reabriu nesta segunda-feira.

Deixo as fotos falarem por si, com destaque para o sashimi de botarga com nabo.

Site                        www.hutorestaurante.com.br

KOSUSHI CIDADE JARDIM – SUSHI ESPECIAL.

Postado por: José De Mauro.

As vezes a comida confunde-se com a arte, e as vezes a ultrapassa. Gosto de sabores diferentes e tenho minhas fobias alimentares. Evito alguns alimentos e combinações sem muita lógica na escolha, arroz por exemplo não gosto, como adoro todo o resto da cozinha japonesa acabo comendo um muito de tudo e um ou outro sushi.

Dos restaurantes japoneses que frequento gosto do Huto e do Kosushi do Shopping Cidade Jardim. No Kosushi peço para ser atendido pelo “Peba” garçom agitado e que dispensa cardápio, depois de 2 ou 3 visitas ele já sabia o que eu iria pedir e as vezes até o que eu comeria mas não tinha ideia de como pedir. Não pensem que as vezes não existem falhas, comida demais ou de menos, um prato repetido que não desce bem na segunda vez, mas são eventos esporádicos.

No dia 15 último Patrícia e eu fomos para um almoço mais tarde por lá e no meio da refeição vem o Peba com uma invenção, sushi de ovas de salmão e de codorna sem arroz. Infelizmente não sei o nome do Sushimen mas ele domina sua arte. A dificuldade em montar este sushi com o arroz substituído pelo salmão picado me impressionou tanto quanto seu sabor e textura, mas, veio com um aviso: é muito demorado de ser elaborado e portanto raramente será oferecido.

Uma observação final, o que beber com essa preciosidade? Sakê, vinho de arroz, mas não qualquer sakê, e sim um com flocos de ouro. Uma experiencia que gostaria de repetir.