Arquivo da tag: cerveja

PESQUEIRO ECO GOURMET – 19/ 01/ 2011.

Postado por José De Mauro.

Patrícia e eu no Rio de Janeiro uma semana a trabalho, mas ninguem é de ferro!

Um quiosque de praia diferente, amplo, limpo, bem cuidado, foge do comum, os locais pequenos e apertados que abundam por ai.

Boa estrutura, serviço atencioso e, é lógico, chopp e cerveja gelada e ótimas caipirinhas. A caipirosca de lima da Pérsia estava perfeita.

Comida boa sem receitas muito elaboradas, como os Grelhado de Frutos do Mar, fazem sucesso no local. Tem cadeiras, guarda-sóis e serviço de praia onde os garçons transitam na areia levando os pedidos e recolhendo os utensílios já utilizados. Para uma refeição mais substancial prefira ser atendido no deck.

Banheiros feminino e masculino mantidos limpos, ducha de água doce na entrada da praia completam o serviço.

Endereço            Quiosque 49 A/B e 50 A/B – Ilha 25 – Barra da Tijuca ( Reserva)

Telefone             (21) 7894 9278

Site                        http://www.pesqueiroecogourmet.com.br/

MANOEL E JUAQUIM – 20/ 01/ 2011.

Postado por José De Mauro.

Patrícia e eu no Rio de Janeiro uma semana a trabalho, mas ninguem é de ferro!

Alguns lugares têm seu humor particular. O Bottagallo em Sampa, com seu italiano macarrônico é um, o Manoel e Juaquim carioca com certeza é outro. A começar pelo nome e continuando por todo o bar, como ele mesmo se define, um restaurante típico português pois fecha para o almoço. Maneira jocosa de explicar por que o local abre as 17 horas.

Mas, vamos lá, não podia faltar o chopp gelado e ele está lá, colarinho carioca quase uma unha de espessura mas é bem tirado.

Bolinho de bacalhau, difícil encontrar melhor, e olhe que eu costumo procurar bem. O do Manoel e Juaquim além de excelente tem uma regularidade que impressiona. Apenas cuidado com o molho de pimenta, saboroso e não é dos mais fortes que já provei, mas se você não for do ramo vá com cautela para não se machucar.

Tem outros petiscos e alguns pratos mas a maioria eu nunca pedi, fico mesmo nos bolinhos.

Tem a pizza branca, uma casquinha só com azeite e orégano, boa para iniciar e vem rápido a mesa.

Tem também uma Marguerita benfeita e que até agora não entendi como foi parar num boteco luso carioca mas vale a pena provar.

O Manoel original costuma ficar no endereço da Siqueira Campos.

Endereço            Av. Nossa Senhora de Copacabana esquina com a rua Siqueira Campos, próximo ao Copacabana Palace, e outros endereços.

Site                        http://www.manoelejuaquim.com.br/

RED HOT CHILI BURGER.

Postado por José De Mauro.

Este post foi publicado originalmente no blog: charutosviagensetodooresto.wordpress.com

Faz parte do: https://retrogosto.wordpress.com/2010/12/16/the-pub-entre-paginas/

No post da última terça-feira comentei sobre minhas tendências quase suicidas quando o assunto é pimenta. O hambúrguer deste post é quase uma verdadeira declaração de guerra. Apesar de não estar entre os pratos mais apimentados do mundo merece respeito.

Necessário dizer que o sanduiche é realmente bem feito tanto no tamanho como na qualidade. Pão de hambúrguer tostado, pasta de pimenta vermelha, um hambúrguer de bom tamanho recheado com muita pimenta vermelha fresca, molho chilli, ou seja mais pimenta com feijões, bacon, queijo, pasta de pimenta por cima e a outra metade do pão de hambúrguer.

A cerveja escolhida para acompanhar essa bomba foi a inglesa Marston’s Pedigree e deu bem conta do recado.

Tinha provado este hambúrguer a alguns meses em minha primeira visita e voltei para conferir, vai para a lista dos prediletos sem nenhuma dúvida.

The Pub é um lugar agradável que retrata com bastante fidelidade a atmosfera dos pubs irlandeses, tem TVs a cabo que transmitem esportes, programação no site, uma mesa de bilhar no segundo piso e uma boa oferta de cervejas, bebidas e pratos rápidos, com destaque para os hambúrgueres e para as batatas.

A Patricia fez um post mais abrangente do local, atalho: http://pedacinhosdomundoetcetal.wordpress.com/2010/12/16/the-pub-entre-paginas/ façam uma visita.

A Leonora do Foie Gras Literário ficou encarregada de postar sobre as cervejas, passem por lá.

Site com preço dos pratos, excelente.

Fica na região do Baixo Augusta, no número 576 da rua, não tem manobrista, mas em frente ao pub tem um estacionamento, R$ 20,00 o período.

Site                        http://thepubaugusta.com/

CERVEJA DE LATÃO.

Postado por: José De Mauro.

A idéia parece genial, uma lata de cerveja com 5 litros que pode ficar dentro da sua geladeira e sair no momento de beber aquela cervejinha gelada.

O sabor é bom, talvez pelo exotismo da embalagem, a semelhança com o barril de chopp ou por que o gosto é realmente diferente, mas a cerveja de latão agrada. Este não é um post de degustação, mas sim um post de experiências vividas.

Por outro lado temos vários problemas:

Lugar na geladeira- podemos escrever livros sobre o porquê das geladeiras serem sempre grandes demais (quando abrimos aquele imenso espaço vazio durante a semana) ou pequenas demais (quando tentamos colocar dentro dela o necessário para uma festa ou reunião) mas esta cerveja realmente não colabora.

A torneira fica pingando cerveja desde o momento em que é aberta a primeira vez. Improvisações e piadas, traz um pires para não escorrer pelo chão pede a mulher, traz um copo que no final eu bebo pede o cunhado… E ainda tem a água que se condensa ao redor da lata gelada, é mais prático usar toalhas de papel ou guardanapos.

E no meio da brincadeira a cerveja começa a ficar quente. Ou bebemos mais depressa ou voltamos com ela para a geladeira que, como sabemos não tem espaço para o latão e ainda fica o problema, o que beber enquanto ele não volta?

E por fim, no fim a cerveja para de sair. Você chacoalha a lata e sabe que ela está lá, mas abre a torneira e ela não sai, inclina-se a lata, chacoalha mais que espuma e aumenta a pressão e por fim desiste, Latão 1 X Bebedores 0.

É gostoso olhar para o Latão chegando, a cerveja tem um gosto diferente, mas a coisa não funciona no real. Olha que eu já tentei com umas 4 marcas diferentes.

The Pub – "Entre Páginas"

Colocarei sempre “entre páginas” quando a postagem for dividida com outros blogs, colocarei sempre os links para que haja uma continuidade do assunto com as outras páginas. http://charutosviagensetodooresto.wordpress.com/ e  http://foiegrasliterario.wordpress.com/ – Decidimos dividir. Mauro: Comida, se bem que só o pedido dele vale um post. Leonora: Cerveja e Eu: A visita, ambiente.

Vamos a visita. Neste caso, acho que a visita foi o mais fácil, pois dificilmente você entra num lugar tão autêntico quanto o The Pub, e isso torna o assunto ainda mais mastigado para digerir.  A chegada ao local é quase imperceptível, pois é super escura a entrada, não tem uma luz de sinalização, primeiro passamos enfrente e não vimos, fomos direto, depois tivemos que voltar e na sorte bem devagar achamos, não tem valet, porém existem muitos estacionamentos por perto, paramos enfrente. Atravessamos,  um segurança de quase 2 metros de altura marcando a comanda com nomes e entregando aos seus respectivos donos, gentil o grandalhão,  fomos muito bem tratados o cara cumpriu seu papel com muito elegância, se bem que só o porte já intimida. Entramos.

Como era Terça-feira e uma noite bem chuvosa ,  escolhemos com calma nossa mesa, música dos Beatles dão um ar do dono um Britânico. Ambiente muito agradável para beber e bater papo, era como se estivéssemos num Pub em Londres e não aqui em São Paulo, mas este é o encanto de morar em Sampa. Atendimento atencioso, porém a atendente não fazia ideia das cervejas que realmente tinham no cardápio, e com a desculpa que durante a semana é complicado, SEMPRE falta cerveja porque acaba tudo no fim de semana e a entrega de bebidas são feitas as sextas- feira. Mas esse erro por parte da atendente em não ver antes da casa abrir quais as cervejas que realmente têm, num dia com muito movimento deve atrasar e arruinar qualquer atendimento.

Fica a sugestão da Leonora: Favor coloquem um quadro com apenas as cervejas do dia. Gente, a atendente ouvia qual era a cerveja, lia no cardápio e retornava ao estoque para ver se tinha, isso em todas as vezes que a se pedia uma cerveja. Diante da situação preferi ir num chopinho Braumeister bem gelado para acompanhar meu delicioso e simples Aberdeen Burger – (com bacon, queijo, alface e tomate)…R$15,50 .

São dois andares. Parte de baixo: Balcão, caixa para pagamento e cozinha.

Superior: banheiros caindo aos pedaços, porém limpos, mesinhas redondas, e sinuca, assim como a maioria dos Pubs.

Para pagar a conta você deve se dirigir até o caixa com a comanda, após o pagamento receberá um cartão para apresentar ao segurança e sair.

Recomendo.

http://thepubaugusta.com/ – Rua: Augusta, n. 576 /São Paulo -SP (baixa Augusta).

Saiba mais desta visita:

http://charutosviagensetodooresto.wordpress.com/2010/12/16/red-hot-chilli-burger-the-pub/

http://foiegrasliterario.wordpress.com/

Imagens: http://www.baressp.com.br/detalhe.asp?n=7050&canal=1

Desculpem copiar as imagens, mas estou com problema na minha câmera digital. Terei que comprar outra.